Select Language

O controlo sobre a trepidação dos travões é seu

Download PDF

     CAUSA 1   -   CAUSA 2   -   CAUSA 3


A trepidação dos travões é a vibração sentida pelo volante e suspensão quando os travões são aplicados a determinadas velocidades e pressões. Pode variar entre uma vibração pouco percetível e uma trepidação violenta – sentidas através do pedal do travão ou do volante.

ferodo-support-techtips-judder-visu1-2016
ferodo-support-techtips-judder-visu2-2016

CAUSAS E SOLUÇÕES

CAUSA 1: EXCENTRICIDADE DO CUBO E/OU DO DISCO

ferodo-support-techtips-judder-visu3-2016

A trepidação dos travões pode ser provocada por um disco do travão mal instalado, retirado do alinhamento com o cubo ou com a pinça. Para o ajudar a identificar se é este o caso, seguem-se alguns sintomas e soluções:

Verifique a superfície do cubo da roda quanto a ferrugem ou sujidade
PORQUÊ? A ferrugem ou a sujidade provocam mau contacto entre o disco e o cubo.
A SOLUÇÃO: Desmontar o disco e limpar ambas as superfícies, para remover ferrugem e poluentes.

Verifique se a superfície de contacto do cubo ficou distorcida devido a um binário de aperto excessivo
PORQUÊ? Utilizar um binário de aperto excessivo no parafuso de posicionamento leva a vibrações ao longo da aplicação do travão.
A SOLUÇÃO: Substitua os discos, evitando um binário de aperto excessivo.

Verifique se existe distorção do próprio cubo
PORQUÊ? Embora seja raro, é possível que os cubos empenem. Aparafusar um disco a um cubo empenado resultará sempre na vibração dos travões. O mesmo irá acontecer se não for removida toda a ferrugem da superfície do cubo antes da instalação do disco.
A SOLUÇÃO: Após a instalação do disco, verifique sempre a excentricidade do disco com um indicador de quadrante. Se a excentricidade estiver fora dos limites, volte a instalar o disco numa posição alternativa até que a excentricidade esteja dentro da tolerância. Se a excentricidade continuar fora da tolerância, é necessária a manutenção do cubo.

Verifique se as jantes de liga leve foram instaladas corretamente

PORQUÊ? Uma causa comum e mais recente da excentricidade dos discos é a instalação incorreta de jantes de liga leve de tamanho único. Uma vez que a mesma roda é utilizada para múltiplos tipos e dimensões do cubo, os instaladores utilizam espaçadores nos espigões da roda. Se o espaçador se perder ou danificar, a roda não poderá ser corretamente centrada.
A SOLUÇÃO: Coloque o medidor de excentricidade na parte de trás do disco quando instalar a roda e meça a excentricidade. O indicador apenas irá apresentar a excentricidade após a roda estar encaixada e apertada e poderá ser necessário mudar a roda.

CAUSA 2: GRAVE SOBREAQUECIMENTO E DISTORÇÃO DO DISCO

Qualquer aumento grave da temperatura pode causar a distorção do metal do disco nas diferentes áreas do disco. Estes "pontos quentes" provocam um contacto intermitente entre a pastilha e o disco. E isto resulta em trepidação. Para o ajudar a identificar se é este o caso, seguem-se alguns sintomas e soluções:

Verifique a existência de qualquer sinal de utilização abusiva dos travões
PORQUÊ? A utilização abusiva dos travões é a causa mais comum de sobreaquecimento. Os discos são concebidos de forma a arrefecerem rapidamente entre as aplicações dos travões. Mas quando os travões são acionados intensamente numa sequência rápida – por ex., durante a condução em montanha – os discos não dispõem de tempo suficiente para dissipar o calor.
A SOLUÇÃO: As manchas azuis na superfície do disco são uma boa indicação de sobreaquecimento. Os discos que mostram pontos azuis e/ou cores mais escuras em algumas zonas não podem recuperar e devem ser SEMPRE substituídos, juntamente com as pastilhas de travão.

Verifique a qualidade das pastilhas de travão
PORQUÊ? Pastilhas de travão de má qualidade podem sobreaquecer muito rapidamente, em especial durante travagens intensas. O calor excessivo das pastilhas pode provocar o sobreaquecimento dos discos, resultando no empenamento dos mesmos.

A SOLUÇÃO: Mais uma vez, procure as manchas azuis na superfície do disco. Quando não encontrar nenhuma, informe o condutor dos riscos da condução com pastilhas de má qualidade. Substitua SEMPRE as pastilhas e discos de travões quando forem visíveis manchas azuis no disco.

CAUSA 3: VARIAÇÃO DA ESPESSURA DO DISCO (DTV)

DTV é a variação na espessura à volta da superfície do disco. Para uma travagem eficaz, o disco deve possuir a mesma espessura em toda a sua superfície. Se houver uma superfície de fricção irregular, a pastilha de travão perde e recupera o contacto com o(s) disco(s) à medida que roda. E é isso que leva à trepidação dos travões. Para o ajudar a identificar se é este o caso, seguem-se alguns sintomas e soluções:

Verifique junto do condutor se foi efetuada a rodagem adequada dos travões
PORQUÊ? Para obter o melhor desempenho dos seus travões, é essencial que siga o procedimento de rodagem. Aplicando apenas uma pressão moderada no pedal do travão durante as primeiras aplicações, é transferida uma camada regular de material de fricção das pastilhas para o disco. Fazendo as superfícies entrarem em contacto desta forma melhora a segurança e evita a trepidação provocada por DTV.
A SOLUÇÃO: A prevenção é melhor do que a cura. De cada vez que monte novas pastilhas de travão, informe os condutores de que devem evitar travagens fortes nos primeiros 200 km. Se uma má rodagem resultar em DTV ligeira, poderá ser suficiente voltar a assentar os travões. Se este procedimento não voltar a alinhar as superfícies do disco, a única solução é substituir as pastilhas e discos de travão. Para sua conveniência, a Ferodo publicou um folheto de Dicas para o Condutor, para distribuir aos seus clientes. Este inclui alguns truques e dicas para otimizar os seus sistemas de travagem.  Peça mais informações ao seu representante Ferodo.

Verifique a gripagem da pinça
PORQUÊ? Um pistão da pinça gripado ou uma cavilha de deslizamento da pinça gripada leva à aplicação de forças desiguais em cada lado do disco do travão, criando um desgaste desigual - ou DTV.
A SOLUÇÃO: Este problema é normalmente provocado pela corrosão ou sujidade. Portanto, efetue a manutenção adequada da pinça gripada para prevenir a recorrência do problema e substitua ambas as pastilhas e discos de travão.

Verifique a superfície do disco quanto a sujidade ou corrosão
PORQUÊ? Durante a travagem, algum do material de fricção da pastilha de travão é transferido para o disco. Mas, particularmente com pastilhas de travões de má qualidade, os depósitos de material de fricção poderão ficar presos aos discos de modo desnivelado, alterando a espessura e paralelismo do disco.
A SOLUÇÃO: Se a DTV existente for mínima, poderá ser suficiente remover os depósitos utilizando uma escova ou lixa e submeter os travões a um teste de estrada. Se este procedimento não voltar a alinhar as superfícies do disco, a única solução é substituir as pastilhas e discos.

Verifique os discos quanto a relevos na pastilha
PORQUÊ? Manter o pedal do travão pressionado quando os travões estão sobreaquecidos poderá levar a que o material das pastilhas fique marcado ou soldado nos discos. A DTV irá frequentemente ser visível como o contorno da pastilha de travão na superfície do disco.
A SOLUÇÃO: Normalmente uma escova ou uma lixa deverá ser suficiente para remover o relevo na pastilha.

Dicas técnicas relacionadas
{{lede.date | date:'dd-MMM-yyyy'}}{{lede.tags.length > 0 && lede.date ? ' | ' : ''}}{{lede.tags.join(', ')}}
carregando...